05 jan
2016

Automedicação

remedios-12

Você sabe o que é automedicação? Não? É muito simples, a própria palavra se define. “Automedicação” é o ato de medicar-se, sem o auxílio de uma prescrição médica. A gente faz isso todo dia quando vem aquela dor de cabeça básica ou quando a gripe ataca, por exemplo. Ir ao médico é sempre a última opção.

Um dos medicamentos mais utilizados na automedicação é o antibiótico. Por lei, a venda deste medicamento, sem prescrição médica, é proibida. Contudo, ele ainda é vendido irregularmente, principalmente em pequenos estabelecimentos localizados fora dos grandes centros comerciais.

Mas você pode imaginar o perigo que a automedicação representa? Aposto que você nem imagina, não é? Fique tranquila, pois estou aqui para iluminar suas ideias! A saúde tem enfrentado um problema mundial, as bactérias resistentes. Elas persistem em continuar no ambiente hospitalar e adquiriram resistência aos antibióticos utilizados comumente. Mas, como estas bactérias se tornaram resistentes?  Bem assim: Quando nós utilizamos um antibiótico de forma errada, tanto na automedicação, quanto na desobediência às regras do tratamento, por assim dizer, as bactérias presentes em nosso organismo tem a oportunidade de gerar mecanismos de defesa contra a ação deste medicamento. A partir disso, estas bactérias resistentes se multiplicam no organismo, e, em algum momento em que nossa imunidade está baixa, elas aproveitam para “fazer a festa”. Além disso, tais bactérias podem ser transmitidas para outras pessoas. É válido salientar que algumas bactérias não adquirem resistência, elas utilizam suas próprias capacidades para lutar contra a ação do antibiótico.

E tem mais: quando você utiliza antibióticos para tratar uma gripe, por exemplo, você simplesmente está usando o remédio errado, para tratar a coisa certa. Preste atenção: antibióticos são eficazes no combate a bactérias, não a vírus, como o vírus causador da gripe. Portanto, ao invés de ajudar, só atrapalha, neste caso, visto que o antibiótico acaba matando bactérias benéficas e necessárias ao nosso organismo, nos deixando vulneráveis ao ataque de micro-organismos causadores de doenças.

Então, amiga, fique ligada! Diga não a automedicação! Procure um médico e se cuide!

Ingrid Medeiros (Biomédica)

Ingrid Medeiros (Biomédica)

The following two tabs change content below.
Kercia Morais

Kercia Morais

Administradora, Mercadóloga e Consultora de Imagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 9 =