01 mar
2016

Quando o sonho é revelação divina

 

“E sonhou ainda outro sonho, e o contou aos seus irmãos, e disse: Eis que ainda sonhei um sonho; e eis que o sol, a lua e onze estrelas se inclinavam a mim”.

(Gn 37:9)

Segundo dicionário (Larousse Cultural), sonho é produção psíquica que aparece durante o sono sob a forma de imagens frequentemente incoerentes que pode ser parcialmente memorizada.

Na Bíblia, o que se observa é que os sonhos são revelações de caráter premonitórios. No Antigo Testamento Jacó, José e Daniel receberam de Deus a habilidade de interpretar os sonhos; no Novo testamento,  José é avisado em sonho pelo anjo Gabriel sobre o nascimento de Jesus, sobre a visita dos Reis Magos, o anjo em sonho o avisa da necessidade de fugir para o Egito e quando seria seguro retornar à Israel.

Em um sonho muitas vezes encontramos um enigma, uma pista para desvendarmos algo de nossas vidas, por isso é bom ficarmos atentos a tudo que costumamos sonhar.

Eu tive um professor de psicologia que dizia que muitas pessoas dizem não sonhar; elas sonham sim, mas pelo fato de não dar importância ao sonho pensam que não sonham.

No sonho você vive o imaginário como se fosse real.

Quantos de nós somos alimentados por um sonho? O sonho faz parte da vida!

Se você der credibilidade ao seu sonho trará à existência aquilo que ainda não existe. Isto é fé!

The following two tabs change content below.
Ailza Morais

Ailza Morais

Casada, mãe de 3 filhas (já maiores de idade e bem-criadas), sou conselheira de mulheres na igreja Assembleia de Deus Cristianismo sem Fronteiras, missionária e com formação em teologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + doze =