21 jun
2017

Reflexão: Argumentar com Deus, é realmente necessário?

Argumentar com Deus, é realmente necessário?

Quantas vezes seguimos por determinado caminho ou fazemos nossas escolhas por conta própria e no final quando não obtemos o resultado pretendido culpamos a Deus? Pois, por acharmos que era da vontade Dele temos a tendência a questioná-lo e a não aceitar o não como resposta. Como consequência, argumentamos e questionamos com Ele em nossas orações para buscar uma resposta que nos agrade.

Ora, nós cristãos sabemos que o Senhor  tem promessas para os que o buscam, no entanto, o que Ele principalmente nos promete é uma resposta! Ele nos ouve e responde quando com fé o buscamos.

Lembre-se: Deus atende a princípios e não as suas necessidades! Conforme está escrito em João 12:26: “ Se alguém me serve, siga-me, e, onde eu estou, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, o Pai o honrará.”

Tenha em mente que argumentar com Deus para que Ele faça a sua vontade não é e nunca será uma atitude sábia; ao contrário, use-os para convencê-lo de que você o quer agradar, servi-lo com todo o seu coração de forma sincera, que Ele não retire Sua presença da sua vida porque você não sabe viver sem Ele e que tenha misericórdia de você!

A nossa visão é muitas vezes limitada e terrena, queremos as coisas no nosso tempo, e somente Deus pode ver o começo e o fim das coisas! Por isso, acalme o seu coração e confie Nele. Mas lembre-se, da próxima vez que quiser argumentar já sabe como fazer, hein?!rs. 

Até a próxima!

The following two tabs change content below.
Aylla Andrade

Aylla Andrade

Cristã evangélica, bacharel em Direito, pós-graduanda em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho.

2 thoughts on “Reflexão: Argumentar com Deus, é realmente necessário?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × dois =