05 abr
2016

S.O.S

“O que foi é o que há de ser; e o que se fez, isso tornará a fazer; nada há, pois, de novo debaixo do sol.

Há alguma coisa de que se possa dizer: Vê isto é novo? Não! Já foi nos séculos que foram antes de nós”.

( Eclesiastes 1: 9,10)

Vivemos hoje dias difíceis onde se houve falar em corrupções, traições, crimes, enfim, o homem se corrompendo em busca do poder. Devemos lembrar que desde a antiguidade Deus já levantava seus profetas para alertar o povo de que deveriam buscar a Deus para que a nação fosse salva e liberta do pecado e do mau.

Assim como Deus agiu no passado, hoje o Espírito Santo age no coração do homem operando transformação. Para isto, Deus quer usar você, homem e mulher de Deus, para levar a palavra de salvação para o mundo. Não podemos falar da salvação apenas dentro das Igrejas, é preciso sair, ir às ruas, no trabalho, nas universidades… Falar do amor de Cristo não é vergonha, vergonha é sermos omissos a tudo isto que está acontecendo em nossa sociedade, e não dizermos:  “ainda há salvação para tudo isto”!

As boas obras não trazem salvação, mas a Salvação produz boas obras.

Seja um missionário onde você estiver, evangelize e compartilhe sua fé com os outros dando seu testemunho de vida, do quanto Jesus te fez, do teu nascer de novo! Pois só o poder da vida que está em Cristo Jesus, poderá destruir o mau que opera em uma sociedade corrupta e egoísta que temos visto e vivido até então.

O Rei Salomão em seu discurso no livro de Eclesiastes observa que o verdadeiro significado da vida está apenas no relacionamento correto com Deus e eu como cristã também acredito que uma nova sociedade se fará a partir desse relacionamento intenso com o Pai.

Jesus te abençoe.

The following two tabs change content below.
Ailza Morais

Ailza Morais

Casada, mãe de 3 filhas (já maiores de idade e bem-criadas), sou conselheira de mulheres na igreja Assembleia de Deus Cristianismo sem Fronteiras, missionária e com formação em teologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × três =